AME de Santa Fé do Sul está realizando coleta de óleo de cozinha usado

Publicado em 17/06/2017 00:06

Por Vinicius da Costa

O AME – Ambulatório Médico de Especialidades – de Santa Fé do Sul, visando à melhoria da qualidade de vida da população santafessulense e uma educação ambiental na sociedade, está disponibilizando aos pacientes e colaboradores um espaço para depósito de óleo de cozinha usado em seu ambulatório.
Em nota, a entidade disse que a iniciativa existe desde 2015, e, desde então, já recebeu 388 litros. As pessoas da comunidade podem levar o óleo usado em garrafas Pet e depositá-lo em um coletor.
Todos os resíduos entregues no AME são destinados para a Cáritas Paroquial de Santa Fé do Sul, que, juntamente com a Sociedade Beneficente São João Batista, mantém uma casa de recuperação.
A Cáritas reverte às doações em valores e os utiliza para a manutenção da entidade. “Este projeto é muito bacana para o ambulatório, por ser voltado para responsabilidade socioambiental. Retiramos do meio ambiente centenas de litros de óleo que seriam descartados em locais inadequados. Além disso, reforçamos nosso vínculo com a sociedade ao contribuir com uma instituição que trabalha no apoio, prevenção e recuperação de dependentes químicos ou alcoólicos e em regime de internação”, destacou a gerente administrativa do AME, Vera Elaine Lacerda.
O consumo de óleos vegetais no país, segundo a Abiove – Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais –, é em torno de três bilhões de litros ao ano. Segundo dados coletados junto aos fabricantes de óleo de cozinha, a estimativa é de que a cada quatro litros consumidos, um seja descartado de forma incorreta, o que representa um potencial de mais de 700 milhões de litros ao ano lançados no meio ambiente sem o devido cuidado e controle.
Cada litro de óleo descartado incorretamente tem potencial para contaminar 25 mil litros de água, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente.

Última Edição