Câmara de Santa Fé irá repassar mais de 280 mil para a Santa Casa de Misericórdia

Publicado em 9/12/2017 00:12

Por Vinicius Costa

Na sexta-feira da semana passada, dia 1º, o presidente da Câmara de Vereadores de Santa Fé do Sul, Marcelo Favaleça, anunciou que vai devolver toda a economia com o duodécimo para que a prefeitura, através do prefeito Ademir Maschio, faça a transferência para a Santa Casa de Misericórdia.
O presidente da Câmara disse que o valor pode chegar a R$ 280 mil. Já o prefeito Ademir Maschio informou que vai destinar R$ 300 mil, ou seja, dependendo do valor que a Câmara devolver irá completar para chegar à referida quantia.
Marcelo disse que revisou os contratos vigentes de prestadores de serviços ao Legislativo e, mesmo fazendo algumas adequações nas instalações e no sistema operacional da Casa, conseguiu atingir uma economia importante, e que agora será destinada à Santa Casa.
“Os recursos serão importantes para que o hospital efetue o pagamento do salário dos médicos e certamente este repasse das economias da Câmara e mais o complemento do prefeito Ademir Maschio servirão para saldar algumas pendências com serviços médicos”, disse.
Conforme o presidente da Câmara, o duodécimo orçamentário é uma Lei Orçamentária Anual do Legislativo, ou seja, um valor que é calculado de acordo com o valor da receita de arrecadação líquida durante o ano de qualquer município.
“O valor é um repasse devido e obrigatório ao poder Legislativo e Judiciário, constando na Constituição Federal, em seu artigo 168, estabelecendo que os recursos proporcionais às dotações orçamentárias, que devem ser atribuídos aos órgãos dos poderes Legislativo e Judiciário, do Ministério Público e da Defensoria Pública, devem ser entregues até o dia 20 de cada mês, divididos em duodécimos”, afirmou o presidente da Câmara.
Já o provedor da Santa Casa, José Biscassi disse que este valor irá auxiliar no pagamento dos salários dos plantões dos médicos. “Ações como esta demostram que o Legislativo está preocupado com uma entidade, que é muito importante para promover a saúde da população”, afirmou José Biscassi.

Última Edição