Curso de Direito do Unifunec realiza mais um Júri Simulado

Publicado em 27/11/2021 00:11

Da Redação

Na noite da última segunda-feira (22), os acadêmicos do 8º semestre do curso de Direito do Centro Universitário de Santa Fé do Sul – Unifunec – vivenciaram a experiência com a realização do Júri Simulado, realizado sob a supervisão do professor mestre Walter Martins Muller.
Participaram ativamente do júri cerca de 40 alunos, com papéis específicos pré-determinados. Os sete jurados foram escolhidos entre 25 alunos do 2º semestre. Os alunos do 8º semestre se dividiram entre promotor e assistentes da promotoria, advogados de defesa, policiais, juíza, assessor da juíza, testemunhas, peritos e auxiliares da justiça.
A simulação foi a do caso Elize Matsunaga, técnica de Enfermagem que assassinou e esquartejou o corpo do então marido, Marcos Kitano, no dia 19 de maio de 2012. No dia 5 de dezembro de 2016, Elize foi condenada a 19 anos, 11 meses e um dia de reclusão pelo crime de homicídio qualificado.
Diferentemente da sentença real, na simulação Elize foi absolvida. A interpretação da defesa coube aos alunos Lucas Kalebe dos Santos, Enzo Ferreira do Carmo Lima, Isabela Ferraz e Fabiano Henrique da Silva. “O papel da defesa, sem dúvida, é o mais importante e complexo do Tribunal do Júri. O caso era de uma mulher que sofreu diversos abusos ao longo de sua vida, além de agressões do seu cônjuge. O desafio da absolvição era o que mais nos motivava e o que buscamos em todos os momentos naquele caso, tanto com o auxílio dos depoimentos das testemunhas de defesa como dos debates orais”, afirmou Lucas.
Atividades como o Júri Simulado fazem com que os alunos deixem a posição passiva e atuem como protagonistas das situações que viverão na carreira profissional. “Certamente participar do júri simulado foi muito importante para o meu desenvolvimento como aluno, bem como o de todos os alunos participantes. As atividades práticas realizadas pelo curso nos auxiliam a alinhar nossas vivências em sala de aula com a prática do direito, o que enriquece ainda mais o nosso conhecimento”, concluiu Lucas.
De acordo com a coordenadora do curso, professora doutora Luciana Stefanoni, no júri simulado os alunos realizam um estudo profundo do caso, estabelecendo relações entre assuntos e contextos para que possam expor os argumentos a favor e contra a questão proposta. “É uma atividade que aprimora as habilidades argumentativas e discute o mesmo tema sob diversos pontos de vista, o que é fundamental para a construção e desconstrução de conceitos e para o desenvolvimento do senso crítico”, disse ela.
Todos os alunos do curso, além de docentes e demais interessados, puderam acompanhar o júri, transmitido ao vivo pelo canal do Unfunec no Youtube.

Última Edição