Dois homens são presos por tráfico de drogas na Zona de Baixo Meretrício

Publicado em 12/09/2020 00:09

Por Lelo Sampaio e Silva

No final da tarde do último domingo (6), a Polícia Militar de Santa Fé do Sul recebeu uma denúncia anônima diretamente na base da companhia através do telefone fixo, informando que na Zona do Baixo Meretrício, mais precisamente na Rua Tamoio, na casa de R.S. estava havendo tráfico de drogas. O denunciante informou também alguns locais onde estariam escondidos os entorpecentes e afirmou que o acusado, juntamente com um homem com inicial de B.I.B.S. estava fracionando o entorpecente por volta das 17h30 e o vendia no local durante o decorrer da madrugada.
De posse das informações e com o apoio das demais viaturas, a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar de Santa Fé do Sul se deslocaram até o local que já era de conhecimento por já ter havido outras denúncias e ocorrências relacionadas ao tráfico de drogas.
Lá, os guardas e os policiais avistaram B.I.B.S. saindo de um terreno vazio defronte ao local da denúncia e, ao avistar a esquipe, dispensou algo no chão imediatamente, momento em que foi abordado pelas autoridades, que encontraram uma porção de maconha.
Após, os guardas municipais e a polícia militar foram até o estabelecimento de R.S., morador e responsável do local que fora informado na denúncia.
Mediante os fatos, R.S., informado da denúncia, autorizou a entrada dos grupamentos, inclusive acompanhou os policiais e os membros da GCM.
Foi localizado, em uma geladeira desativada, vinte e dois pinos de cocaína embalados em dois saquinhos plásticos. Indagado, R.S. confessou ser o dono da droga.
No local, também havia duas mulheres, A.S.S., que estava com uma porção de maconha, e K.L.G.C., em posse de duas porções de maconha.
Ambas informaram que eram usuárias de drogas e que trabalhavam na casa para R.S.
No lote vazio, onde localizaram B.I.B.S. embaixo de uma pedra de concreto, também foram encontradas nove porções de maconha idênticas à dispensada por B.I.B.S. e, indagado sobre a droga, confessou que a venderia no local.
Diante dos fatos, todos os abordados, drogas e dinheiro foram levados à Central de Polícia Judiciária de Jales, onde foram presos em flagrante por tráfico de drogas.
A.S.S. e K.L.G.C., indiciadas por porte de entorpecente, foram ouvidas e liberadas.

Última Edição