Guarda Civil Municipal adquire três novas armas não letais

Publicado em 11/11/2017 00:11

Por Vinicius Costa

Na tarde da última quarta-feira, dia 8, o prefeito Ademir Maschio, juntamente com o vice-prefeito Alcir Zaina, o presidente da Câmara de Vereadores, Marcelo Favaleça, e demais vereadores entregaram três armas Spark 2.0 não letais para os agentes da GCM – Guarda Civil Municipal – de Santa Fé do Sul.
Em entrevista a O Jornal, o comandante da GCM, Everson Merighi Pinha, disse que essas armas são um tipo de instrumento desenvolvido com o fim de ajudar os agentes a conter ações de violência sem que a pessoa atingida seja ferida. “Ao ser disparada, esse tipo de arma gera um choque que faz com que uma pessoa sofra apenas dor ou incômodo forte, o bastante para interromper um comportamento violento. Essas armas serão usadas com responsabilidade, e só poderão ser utilizadas após os agentes da GCM concluírem um curso especifico”, disse.
O presidente da Câmara dos Vereadores, Marcelo Favaleça, afirmou que este tipo de equipamento é necessário para a GCM, pois os agentes passam por vários tipos de situações de risco no dia a dia. “Hoje os agentes da Guarda Civil já possuem a autorização para aplicarem multas de trânsito de ordem municipal, e, com essas novas armas, passam a defender a cidade com mais rigor, defendendo a população de situações de risco, e priorizando a ordem pública”, relatou Marcelo Favaleça.
O prefeito Ademir Maschio explicou que a aquisição dessas novas armas não letais irão proporcionar mais autonomia para a Guarda Civil. “Essas armas possibilitarão que a GCM desempenhe um trabalho preventivo e na abordagem de indivíduos que desrespeitam a ordem pública, protegendo ainda mais a população santafessulense, além das instalações públicas e patrimoniais”, afirmou o prefeito.
Ademir ainda afirmou que em fevereiro irá destinar uma verba para a compra de mais três armas. “Além das três armas, iremos comprar mais duas viaturas para a corporação da Guarda Civil, pois as existentes já são muito antigas e bem gastas. Estamos fazendo essas ações para proporcionar um bem estar para os agentes da GCM e para que a população viva em uma cidade com mais segurança e que possa andar pelas ruas sem qualquer preocupação”, relatou Ademir Maschio.

Última Edição

primeira

primeira