Mercadorias de Santa Fé estão chegando a todo o Brasil através de compras online

Publicado em 8/11/2018 00:11

Proprietários de lojas físicas estão satisfeitos por estarem crescendo a cada dia com suas lojas onlines

Por Bárbara Scholl

Com a era digital que as pessoas estão vivenciando no momento, tudo ficou mais prático, seja através da tela do celular ou dos computadores. Com isso, as lojas físicas começaram a investir um pouco mais nas lojas onlines e, dessa forma, muitas de suas mercadorias passaram a ser vendidas para todo o Brasil.
Em entrevista a O Jornal, o proprietário da marca Art Fina Chinelaria e Bijoux, Fernando Mandarini, que tem três lojas, sendo uma em Santa Fé, uma em Fernandópolis e outra em Aparecida do Taboado, além da loja online, disse que “além dessas três lojas físicas, tenho também a loja online que acabou de completar um ano em outubro”, explicou.
De acordo com ele, as peças das lojas são enviadas para pessoas que moram desde Amazônia até o Rio Grande do Sul. “Enviamos pelos Correios todos os dias em média de cinco a oito peças, para todo o Brasil”, salientou.
Conforme Fernando, as peças que eles mais vendem pela internet são as bijuterias, as havaianas, os bonés, as camisetas e as semijoias. “O nosso produto mais vendido são as bijuterias, pois nós mesmos que as fabricamos e, com isso, não há em outras lojas”, ressaltou.
O proprietário afirmou que não imaginava que conseguiria expandir a venda de suas mercadorias por todo o Brasil em apenas três meses. “Fizemos o planejamento para conseguirmos expandir as nossas mercadorias por todo o Brasil em um ano, mas em três meses já tínhamos atingido o objetivo de um ano”, enfatizou.
Segundo ele, além da loja online as mercadorias são divulgadas bastantes pelas redes sociais, sendo o próprio Google Adwords, Instagran e Facebook, pois os três alinhados juntos apresentam bastante resultado de vendas.
Fernando ressaltou que o retorno que recebe dos clientes após a entrega das mercadorias é satisfatório. “Como presamos muito o atendimento de nossos clientes, nunca tivemos nenhuma reclamação nas plataformas que usamos para divulgar as nossas mercadorias. Quando surge algum problema, nós procuramos resolver de forma bem ágil para que o nosso cliente fique bem satisfeito”, salientou.
Ele revelou também que quando fez o projeto da loja online, contratou apenas um funcionário para cuidar dessa parte, sem saber se esse ia dar certo ou não. “Investi, acreditei e está indo muito bem”.
Para as pessoas que compram pela Internet, as mercadorias da loja online não sofrem diferença de preço com a loja física. A pessoa só pagará o frete mesmo, e também se o valor da compra for acima de R$ 120,00 o frete é grátis.
O proprietário explicou que as vendas online requerem muito trabalho para se obter boas vendas. “Já tive outras experiências que não houve sucesso, mas eu indico para os outros empresários, pois se a pessoa não tentar, ela nunca vai saber se dará certo”, enfatizou.
Em contrapartida o proprietário da loja Guanabara Balanças, Marco Antonio Costa comentou que há 15 anos ele já vem fazendo a venda de suas peças esporadicamente pela Internet, mas faz dois anos que começou enviar suas peças para todo o Brasil, todos os dias. “Faz dois anos que eu comecei a vender bem as minhas peças e, com isso, vou todos os dias aos Correios”, explicou.
Segundo Marco, hoje em dia, as pessoas compram as suas peças pelo site da loja e também no site do Mercado Livre. “Vendemos mais pelo site do Mercado Livre do que pelo site da loja”, confessou.
Ele comentou que o site do Mercado Livre já faz todo o trabalho de divulgação de suas mercadorias, mas eles também divulgam pelo Facebook da loja. “O site do Mercado Livre é bem seguro”.
O proprietário afirmou também que com a facilidade das vendas pela Internet, já enviou suas peças para todo o Brasil. “Já vendemos nossas peças até para clientes de Santa Fé do Sul mesmo, pela Internet. Eu perguntei para o cliente se ele queria que eu entregasse pessoalmente, mas ele preferiu que fosse pelos Correios”, justificou.
A loja de Marco vende peças para balanças, balanças e espaguete termo retrátil dentre outros. Conforme ele, não imaginou que conseguiria expandir os seus produtos pela Internet tão rapidamente. “Como não é só eu que vendo esse tipo de produto, não imaginei que conseguiria expandir assim”, explicou.
Ele afirmou que o importante de vender suas peças pela loja online é poder fazer com que as suas peças cheguem até o cliente, por onde a loja física não consegue chegar. “A dedicação e tempo são primordiais para que você cresça”, salientou.
De acordo com o proprietário, as mercadorias são mais enviadas para Minas Gerais e Rio de Janeiro, e é muito importante o retorno que recebe dos clientes. “Recebemos elogios dos clientes pela peça estar bem embalada e pela qualidade do produto”, enfatizou.
Marco incentiva que outros empresários também invistam na loja online. “Estou sempre conversando com outros empresários, e falo para que eles invistam, pois a Internet mostrará o seu produto para o Brasil inteiro, e com isso, eu recomendo a todos”, finalizou.

Última Edição