Pedófilo usa falso perfil na internet para atrair crianças

Publicado em 14/04/2018 00:04

Pedófilo pediu fotos de menina de 10 anos, se passando por famosa no Facebook

Por Daniela Trombeta Dias

A internet facilita, e muito, a vida de todas as pessoas, seja para falar com amigos e familiares distantes, quanto para pagamento de contas, compras e outros benefícios, porém, também é um meio usado para a prática de vários crimes, e um deles é a prática de pedofilia.
Pedófilos usam a rede para se aproximar de crianças e adolescentes e, dessa forma, ganhar a confiança dos mesmos e cometer crimes.
Um estudo divulgado Saternet, empresa que combate crimes e violações virtuais aos direitos humanos, afirma que recebeu só no ano passado mais de 13 mil mensagens sobre aliciamento de crianças. Uma em cada cinco crianças e adolescentes, em torno de 20%, que usam a internet no Brasil diz ter visto imagens ou vídeos com conteúdo sexual e 18% receberam esse material por meio de mensagens nas redes sociais.
Nesta semana, uma mãe foi informada pela filha de 10 anos de uma situação envolvendo um pedófilo. “Minha filha chegou e me disse que teria a chance de ser atriz e me mostrou uma conversa no Facebook com um suposto perfil da atriz do SBT Larissa Manoela. Como algumas amigas da minha filha tinham adicionado o mesmo perfil, ela também o fez e, a suposta atriz entrou em contato com ela”, contou Regiane Silva, manicure e estudante de Radiologia.
A mãe, já percebendo ser uma situação incomum, contou que deu um pouco de ‘corda’ para o pedófilo, que ofereceu uma vaga de atriz em sua próxima novela para a criança. “Como minha filha logo que iniciou a conversa foi me contar, eu cheguei a conversar com ele, como se fosse ela, dizendo que tinha interesse, sim, em ser atriz”.
Então, o criminoso lançou um desafio, informando que tinha pressa e que se ela não fosse topar que iria bloqueá-la. O desafio proposto pelo criminoso era que a menina tirasse uma foto de calcinha, de frente e de costas e lhe enviasse.
“Ele chamou minha filha de amiga e com a foto da atriz no perfil, é difícil uma criança desconfiar. O que fez com ela me contasse foram os erros na grafia das mensagens e eu também logo percebi do que se tratava. Assim que o chamei de pedófilo ele me bloqueou. Eu conversei com ela, avisamos as amiguinhas dela e pretendo denunciar o perfil e a polícia para alertar as mães”, finalizou.
Polícia
Segundo a polícia, o ambiente da internet é o pesadelo de qualquer pai: o menor de idade está só, exposto a milhões de pessoas. A combinação é um prato cheio para os pedófilos, e cada vez mais crianças são abordadas e induzidas a produzir material pornográfico. A maioria acaba sendo vítima de chantagem, sem que os pais sequer desconfiem.
O principal e mais forte meio de prevenção para evitar que menores caiam em armadilhas, e até que sejam aliciados, é os pais sempre estarem próximos dos filhos, ter um identificador nos telefones e monitores das chamadas para os filhos que têm celulares próprios, monitorar o celular e computador; manter o computador na sala e não no quarto da criança ou adolescente; ter acesso as senhas; conversar sobre vitimização sexual e perigos online; ter acesso a sites e páginas que eles acessam e, caso tenha acesso a algo do filho relacionado a pedofilia, jamais deletar o conteúdo e informar a polícia imediatamente.

Última Edição