Programa Sinal Vermelho

Publicado em 11/09/2021 00:09

Por Bárbara Scholl

A vereadora de Três Fronteiras, Mariene Aparecida Maia dos Santos, está sempre trabalhando em prol da população do município, em especial pelas mulheres.
Foi aprovada e sancionada no último dia 23, pela Câmara Municipal, a lei de sua autoria para o programa Sinal Vermelho.
O programa Sinal Vermelho visa a denúncia silenciosa por mulheres que sofrem violência doméstica de seu companheiro.
A letra X escrita na mão da mulher que sofre violência, de preferência na cor vermelha, funciona como um sinal de denúncia de forma silenciosa e discreta de situação de violência. A ideia é de quem perceber esse sinal na mão de uma mulher que procure a polícia para identificar o agressor.
Em entrevista a O Jornal, Mariene disse que a lei foi criada para salvar mulheres em situação de violência doméstica e para que todos fiquem informados sobre ela. Serão expostos ainda cartazes com o X vermelho nos órgãos públicos e comércios do município.
A vereadora acredita que o programa Sinal Vermelho salvará mulheres que sofrem violência de seus maridos. “A lei libertará as mulheres em situação de violência. Libertando uma mulher da violência doméstica já será uma vitória, porque, da mesma forma que lutamos por uma, lutamos por várias”.
Segundo ela, ver a lei aprovada e sancionada pela Câmara Municipal é uma grande vitória. “É o resultado de um trabalho continuo que venho fazendo no município e não acaba aqui, viso à proteção de mais mulheres, essa é minha bandeira de luta”.
“Por fim, deixo a mensagem de que a lei só funcionará com a colaboração de toda a sociedade para que denunciem”, salientou a vereadora.
Mariene é grata a Câmara Municipal e o Executivo pelo apoio, pois juntos são mais fortes.

Última Edição