RG com coleta biométrica já está funcionando em Santa Fé do Sul

Publicado em 9/03/2019 00:03

Por Bárbara Scholl

O Posto de Identificação da Polícia Civil de Santa Fé do Sul começou a fazer há 30 dias o novo RG com coleta biométrica.
Em entrevista a O Jornal, o responsável pelo Posto de Identificação da Polícia Civil, Richard Borges Vieira Monteiro Marchesin Bonagrazia, explicou que o equipamento que faz o RG com coleta biométrica já está no local há algum tempo, mas que há 30 dias ele entrou em funcionamento. “Nós estamos nos adaptando a nova rotina do novo aparelho biométrico para a emissão do RG”, afirmou.
De acordo com ele, em princípio, o atendimento está lento. “O nosso atendimento quando era manual nós conseguíamos atender 30 requerimentos por dia; agora, com o aparelho, só conseguimos formalizar cerca de 10 pedidos, e a máquina suporta fazer até 15 atendimento no máximo por dia”, explicou.
Conforme Richard, o aparelho biométrico é um pouco mais demorado e também as vezes a pessoa erra, pois não está habituada em usar a caneta virtual, além da foto, que agora é tirada na hora, e as vezes a pessoa não gosta da foto, aí tem que ser tirada outra.
“Depois que a pessoa entra na sala, estamos demorando cerca de 30 a 40 minutos, mas nós vamos conseguir reduzir para 20 minutos. A partir do momento que tivermos mais intimidade com o equipamento biométrico, as coisas ficarão mais rápidas”, afirmou.
Ao ser questionado se o novo aparelho biométrico facilitaria algo para as pessoas que forem tirar o RG, ele comentou que agora ajudará mais para a pessoa que requereu o RG, pois com sete dias o RG fica pronto, e há também menos quantidade de documento a ser levado.
Para as pessoas que forem requerer o RG, os documentos exigidos são a certidão de nascimento, que corresponde o seu estado civil, e um xerox do mesmo, o RG antigo, se for o caso de segunda via, e o xerox, o CPF original e o xerox.
O atendimento para postular e passar pela biometria é das 9:00 às 15:00 horas, de segunda a sexta-feira, com pré agendamento.
Richard ressaltou que está tentando providenciar mais máquinas biométricas, e pede para que as pessoas tenham paciência quando forem requerer o RG, pois eles também estão em fase de adaptação com a nova máquina.

Última Edição