Santa Casa de Santa Fé do Sul continuará atendendo normalmente os pacientes com Covid-19

Publicado em 24/12/2020 00:12

Por Lelo Sampaio e Silva

Na edição do dia 5 de dezembro O Jornal noticiou que a Santa Casa de Misericórdia de Santa Fé do Sul já estava dispensando alguns dos seus 27 funcionários das alas da UTI Covid e Enfermaria Covid.
Na ocasião, a diretora administrativa da Santa Casa, Rosimei Paulon, explicou que até o final deste mês seriam dispensados 18 colaboradores da área da Enfermagem, três fisioterapeutas e seis médicos, isso porque estava acabando os recursos recebidos através de transferências diretas do Governo Federal, emendas parlamentares e transferências municipais.
Ela explicou que se nada fosse feito até o dia 31 deste mês a Santa Casa não contaria mais com sua UTI Covid, bem como com os médicos exclusivos para a Covid, restando apenas cinco leitos de enfermaria Covid e que, caso algum paciente precisasse de UTI Covid para o tratamento da Covid-19, ele seria atendido na UPA da cidade e encaminhada para outros hospitais credenciados.
Nesta semana, a reportagem de O Jornal voltou a falar com a Santa Casa que, através de sua diretora administrativa, explicou que fora firmado um novo convênio de R$ 1.050.000,00 para custear as despesas da UTI Covid, com cinco leitos, e da Enfermaria Covid, que possui 10 leitos, até o dia 31 de março de 2021. “A documentação passou pela aprovação da Câmara em sessão extraordinária que ocorreu na última segunda-feira (21)”, disse Rosimei.
Ela explicou que todos os funcionários das alas Covid estão de aviso prévio até o dia 31 deste mês, entretanto serão recontratados já no dia 1º de janeiro. “Sendo assim, o trabalho não será interrompido devido à verba repassada pela prefeitura. A população não precisa se preocupar, haja vista que teremos recursos financeiros para, pelo menos até o dia 31 de março”, finalizou a diretora administrativa da Santa Casa, Rosimei Paulon.

Última Edição