Santa Fé não terá racionamento de água, afirma o superintendente do Saae

Publicado em 30/06/2018 00:06

Por Lilian Castilho

Com a época de estiagem cada vez mais próxima, aumenta a preocupação em relação ao consumo consciente de água. De acordo com o Superintende do Saae – Serviço Autônomo de Água e Esgoto -, Armando Rossafa, em Santa Fé do Sul não haverá a necessidade de racionamento de água, tão pouco preocupação com a falta dela.
“Nossos reservatórios estão cheios e isso nos favorece. A época de chuva acabou faz pouco tempo, deixando nossas reservas bem abastecidas. Nossos planejamentos são todos favoráveis para que a cidade fique munida de água potável por tempo suficiente até as próximas chuvas”, declarou Armando.
O superintendente explicou ainda que a cidade é bem provida de poços artesianos, considerando que todos os loteamentos novos, por lei, são obrigados a perfurarem seus próprios poços artesianos, que tenham a capacidade de distribuir água para seus moradores.
“Estruturalmente a cidade distribui bem as suas águas. Temos a água mais barata da região, com um dos melhores e mais adequados tratamentos, favorecendo para o consumo regular do recurso”, finalizou Rossafa.
Novos poços
Armando Rossafa adiantou a O Jornal que, em breve, a cidade receberá três novos poços artesianos, que ajudarão na distribuição de águas – sempre que necessário – na parte antiga da cidade. “Sim, pois a parte nova, os loteamentos, já é abastecida pelos próprios poços”, explicou Armando.
Segundo o superintendente, a ordem de serviço para as perfurações já foi realizada, e a empresa responsável já se programa para dar início às obras. Cada poço terá a capacidade de 160 mil litros de água e eles serão construídos em três bairros diferentes, na Vila Mariana, Cohab Beira Rio e na Rua Manoel Simão da Cruz.
“Essas alternativas são uma segurança a mais que traremos à cidade. Não que tenhamos necessidade por agora, mas a precaução é sempre importante para todos”, informou Armando Rossafa.

Última Edição