Santa Fé reajusta IPTU em apenas 1,83%, enquanto em Jales o valor subiu 22,07%

Publicado em 13/01/2018 00:01

Por Lelo Sampaio e Silva

Todo início de ano nós brasileiros precisamos arcar com os pagamentos de IPTU, IPVA, material escolar, entre outros, e costuma ser também a mesma história, ano após ano, para grande parte das famílias brasileiras: muitas dívidas do final do ano anterior que somam-se às contas e despesas típicas dos primeiros meses do ano. Material escolar, para quem tem filhos, IPVA e IPTU são as principais preocupações do brasileiro nessa época.
O ideal é priorizar as despesas mais pesadas e com mais juros, mas renegociar tudo para não ficar pagando juros e “arrastando” a dívida por meses.
Com relação ao IPVA, especialistas afirmam que o melhor mesmo é sempre pagar à vista. Mas se você está com muitas dívidas neste começo de ano, o IPVA é uma das contas que podem ser deixadas para pagar a prazo.
Outros, também, acreditam que não vale a pena ficar com o bolso apertado para pagar o imposto em parcela única, se o desconto para o pagamento à vista não for maior que 8%.
Porém, com relação ao IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – depende da cidade onde o imóvel está localizado e é calculado sobre o valor da propriedade.
Geralmente, por ser um valor baixo, vale mais a pena pagar à vista, com desconto.
O pagamento pode ainda ser efetuado em até dez prestações iguais, mensais, com vencimento sempre no mesmo dia de cada mês.
Santa Fé
Diferentemente da maioria das cidades da região, Santa Fé do Sul foi uma das que menos alterou o valor do IPTU, reajustando-o em apenas 1,83%. Em contrapartida, o município vizinho de Jales aplicou um reajuste de 22,07%.
De acordo com o encarregado do setor de Cadastro Mobiliário e Imobiliário da Prefeitura de Santa Fé do Sul, Fabiano Ricardo Fazzio, o IPTU/2018 poderá ser liquidado em parcela única com desconto de 10% até o dia 23 de fevereiro e, para quem preferir pagar parcelado, em 10 vezes, terá desconto de 5%, pagando na pontualidade.
Caso o contribuinte opte pelo pagamento parcelado em 10 vezes, o mesmo poderá se feito no dia 23 de março até o dia 10 de dezembro deste ano, com 5% de desconto.
De acordo com o setor responsável, os proprietários de imóveis urbanos regularizados (construídos e com habite-se) receberão os carnês nos endereços a partir da próxima segunda-feira, dia 15. Já os proprietários de terrenos e ranchos deverão retirar seus carnês no Setor de Tributos da Prefeitura a partir do dia 22.
“É importante enfatizar que caso o proprietário não receba seu carnê até o dia 20 de fevereiro, e optar em fazer o parcelamento em cota única, ele deve procurar o Setor de Tributos da Prefeitura, das 7:30 às 17:00 horas. O mesmo recomendamos para o pagamento parcelado”, concluiu Fabiano Ricardo Fazzio.
Votuporanga
A Prefeitura de Votuporanga, por meio da Secretaria Municipal da Fazenda, informa que mais de 48 mil carnês do IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – estão sendo entregues no município desde o início desta semana, pelos Correios, com previsão de conclusão até o dia 5 de fevereiro.
Em 2018, os vencimentos do IPTU terão início em fevereiro. O valor poderá ser parcelado em até dez vezes ou em cota única, sem desconto. As datas de vencimento variam de acordo com a localização do imóvel, ficando entre os dias 12, 14, 16 ou 18.
Os contribuintes poderão realizar o pagamento do imposto em qualquer agência bancária ou lotérica, até a data de vencimento.
Para este ano, a UFM – Unidade Fiscal do Município – equivale a R$3,6123.
Ainda de acordo com a nota, em 2018 o IPTU teve a menor correção dos últimos anos em Votuporanga. O reajuste foi de 2,54%, com base no IPCA – Índice de Preços ao Consumidor –, medido mês a mês pelo IBGE, considerando o acumulado dos últimos 12 meses até setembro. Nos dois anos anteriores, o reajuste no município registrou média de 9,5%.

Última Edição