Santafessulense vem fazendo sucesso com suas lives ‘No sofá com Marcelo’

Publicado em 1/08/2020 00:08

Por Lelo Sampaio e Silva

O santafessulense Marcelo Epifanio está caindo no gosto de muitos internautas não só de Santa Fé do Sul, como te toda a região. Isso porque há quase dois meses começou a entrevistar, por lives, pré-candidatos a vereadores, a prefeitos e demais pessoas do mundo político da nossa região.
O que mais diferencia seu trabalho é justamente a irreverência com que o mesmo é conduzido. Em um sofá em sua casa, de bermuda e camisetas despojadas, às vezes de calças e camisas nada formais, recebe seus convidados de maneira tão informal que os deixa absolutamente à vontade para responder suas perguntas, bem como as de quem o assiste.
Sem o propósito de parecer imponente, ele, que tem 32 anos, casado, dois filhos, cativa quem os assiste às vezes nem sempre pelo entrevistado, mas por sua maneira serena e muito simpática com que se apresenta diante das telas do celular ou do computador.
Em entrevista a O Jornal, ele explicou que para iniciar este trabalho ele começou a entrar em contato com seus entrevistados. Hoje, é procurado por muitos pré-candidatos para que possam ser também entrevistados. “Não só de Santa Fé, mas pré-candidatos de várias cidades têm me procurado, como de Sud Mennucci, Aspásia, Urânia, dentre outros municípios”.
Já estiveram em seu sofá o prefeito de Santa Fé do Sul, Ademir Maschio; os pré-candidatos a prefeito de Santa Fé do Sul, Evandro Mura e Edson Ferreira (Negão); os pré-canditados a prefeito e vice-prefeito de Rubineia, respectivamente, Professor Lugato e Marcão da Ema; o pré-candidato à reeleição para vereador em Santa Fé, Marcelo Favaleça; Zé Emídio Calazans e Milaine Calazans; dentre outros. “Já fiz aproximadamente 20 entrevistas”, afirmou.
Marcelo informou que suas lives são feitas de segunda a sábado, sempre a partir das 19h30, e para acompanhá-las basta entrar na página do Facebook ‘No sofá com Marcelo’ ou no Instagram, com o mesmo nome.
Lives
Ao ser questionado sobre o porquê ele decidiu fazer as lives, ele explicou que foram por dois motivos: o de ser apaixonado pela comunicação e por estar há alguns meses, devido à pandemia, passando por muitas dificuldades financeiras. “Como sou ‘Marido de Aluguel’ (termo usado para designar aquele profissional que resolve pequenos reparos e faz reformas em residências), com a chegada da pandemia do novo coronavírus, as pessoas pararam de me requisitar”, explicou.
Se vendo diante uma situação monetariamente complicada, entendeu que precisava divulgar o seu trabalho. “Tinha, de alguma forma, que fazer com que as pessoas me chamassem para trabalhar com o que sei fazer, que é com pequenos reparos, serviços de alvenaria, de hidráulica e elétricos. Como já havia feito algumas lives sem entrevistados, resolvi ir em frente justamente para fazer propaganda do meu trabalho”, disse ele.
Marcelo explicou que atualmente tem vários patrocínios em sua live. “Além do mais, hoje sou mais lembrado e muitas pessoas têm me chamado para eu executar meus serviços de reparos em suas casas”.
“Confesso que minha ideia deu duplamente certo, pois hoje estou fazendo as duas coisas que mais gosto de fazer, uma, que é a de trabalhar com pequenos reparos e a outra, como comunicador, além de tudo isso ter me ajudado a sair da crise”, disse ele.
Ele finalizou dizendo que imagina que durante a campanha eleitoral muitas pessoas o procurarão para serem entrevistadas. Desta feita, Marcelo pede para que essas pessoas já façam seus agendamentos, mesmo que elas não queiram ser entrevistadas agora, pois sua intenção é atender o maior número de pessoas.

Última Edição