Turismo rural cresce a cada ano e tem agradado a população

Publicado em 30/06/2018 00:06

A J. Camar Uvas Finas realiza o turismo rural há alguns anos e expectativa é que propriedade receba 12 mil visitantes este ano

Por Daniela Trombeta Dias

O turismo rural ou agroturismo é uma modalidade do turismo que tem, por objetivo, permitir, a todos, um contato mais direto e genuíno com a natureza, a agricultura e as tradições locais, através da hospedagem domiciliar em ambiente rural e o turismo rural tem crescido na região Noroeste Paulista, agradando a todos e atraindo inúmeros turistas.
Da comarca de Santa Fé, a J.Camar Uvas Finas é um dos locais que recebe inúmeros visitantes e agrada olhos e paladar. A propriedade, que fica em Santa Rita D’Oeste, pertence ao casal João Carlos dos Santos e Marlene Tresso dos Santos, realiza o turismo rural desde 2016 e de lá pra cá ganhou visibilidade regional e estadual.
O negócio que é familiar é cuidado pelo casal, os filhos Gisele, Luís Antônio e Ane Kelly, o genro Jacson e a nora Isabeli, tem sido uma alternativa de agregar valor ao produto. “Meus pais são produtores de uva há 20 anos e até 2016 só comercializávamos para o atacado no Ceasa/SP. E a ideia de agregar valor ao produto com o turismo rural deu certo e cresce a cada ano. Cada brotinho deste tem um significado tão grande pra nós. Ver os cachos apontando é uma vitória, é uma gratidão a Deus pelo cuidado Dele em cada detalhe da nossa plantação”, contou Ane Kelly.
No ano passado, a família recebeu cerca de 8 mil visitantes e a expectativa este ano é de que sejam em torno de 12 mil pessoas, vindas de várias partes do Brasil. “São 700 pés de uva de várias qualidades, como Itália, rubi, benitaka e Brasil. Este ano ainda teremos uma nova variedade, que é a uva BRS Vitória, uva sem sementes”, disse.
“Sou de Rio Claro, e tenho parentes em Santa Fé e Três Fronteiras, e depois que conheci a J. Camar sempre organizo minha viagem à região quando o projeto está aberto. Tudo lá é uma delícia, tanto o local, quanto as uvas. Minha família e eu tiramos fotos lindas e aproveitamos para colher direto do pé, sem contar que poder proporcionar isso aos meus netos é uma experiência incrível”, disse Zenara Martins.
A previsão é de que a próxima safra de uvas seja aberta à visitação a partir de 28 de julho.

Última Edição