Identidade

Publicado em 2/11/2019 00:11

Filha legítima do “Velho Chico”,
Concebida nas águas da Bahia,
Foi de lá que eu vim.
Filha de nordestinos,
São Paulo foi o meu destino e justamente na área do ensino que eu me descobri.
Já ensinei muito menino a ler e a escrever por aí.
Num mundo cheio de maldades,
No qual não se sabe o que é realmente verdade,
Diante de duras realidades,
O conhecimento é que me trouxe até aqui.
Em meio a tanta diversidade,
Aprendi a admirar e a respeitar as especificidades que cada um traz dentro de si.
Apesar de ver tanta brutalidade,
Escolho a felicidade
E sempre observo que ainda há bondade em muitas pessoas com as quais convivi.
Sou ensinante e aprendente.
Meu ofício é lidar com toda gente.
Aprendi que ninguém sabe tudo,
Que ninguém sabe nada
E que a vida é uma estrada na qual somos viajantes.
Cada um com sua empreitada.
Trabalhar com a diversidade,
Valorizar toda história, toda cultura e todas as identidades.
É o que nos torna professora e professor de verdade.
Você, educadora, educador, que trabalha com tantas realidades,
Antes de ensinar, precisamos entender, valorizar e nos orgulhar da nossa própria identidade.

Última Edição