BOLSONARO, mito!

Publicado em 31/07/2021 00:07

Realmente, Bolsonaro é um mito que nunca aconteceu. Numa definição livre, mito é aquilo que envolve uma justificativa fantasiosa. Ou seja, que se justifica com fatos irreais, ou, sendo mais sincero, que só existe por causa de explicações que não condizem com a realidade, com os verdadeiros fatos da “história”.
Acredito fortemente que muitos eleitores do Jair em 2018 só votaram nele, pois “não tinham outra saída” ou porque ele representava uma pessoa honesta e que não roubaria o povo brasileiro, aliás, ele tinha o Moro, né? Bolsonaro tinha aqueles que odiavam o PT, por tudo que o PT fez, e também tinha os “lavajatistas”, ou seja, as pessoas que apoiam a operação Lava Jato e o ex-juiz (parcial) Sérgio Moro – cabendo ressaltar que o ora magistrado que ordenou a prisão de Lula pediu demissão de seu cargo como ministro publicamente quando o Presidente da República mudou o superintendente da Polícia Federal do Rio de Janeiro para proteger seu filho Flávio das investigações sobre a “rachadinha”.
Já no caso daqueles que não gostam do PT, como se não bastasse o esquema de corrupção em cima da compra de vacinas, o Presidente nomeou à Casa Civil o senador Ciro Gomes (presidente nacional do Partido Progressista, partido que teve mais presos na Lava Jato que o PT) e que foi parceiro de Lula e Dilma por anos.
Bolsonaro é um mito, pois tudo que prometeu nunca aconteceu.
Prometeu ser corajoso, e é um covarde. Invés de vetar o aumento do fundo eleitoral para quase 5 bilhões, vetou a universalização dos remédios para o tratamento de câncer via oral.
Prometeu que não se aliaria ao Centrão, e da própria boca falou que “eu sou o Centrão”.
Não me importa se você votou nele em 2018, mas só peço que veja as ações do presidente e aquilo que ele promete e prometeu. Eu concordo que ele é um mito justamente por nunca existir de verdade. Milhares de brasileiros enganados acreditando em um mito.

Última Edição