O que você faz para mudar a realidade do seu povo?

Publicado em 21/08/2021 00:08

Escrevo este artigo dentro de um ônibus com destino à capital de nosso Estado, onde junto de professores da rede pública estadual de educação manifestaremos contra mudanças nas leis que diminuem os direitos deles ou possibilitam aumentos de impostos à classe.
Como sempre, a nossa educação – e os nossos educadores – seguem desvalorizados e sem o apoio da grande parte da população que escolhe acreditar em político do que numa educação valorizada. Ao menos a minha parte estou fazendo!
Como cidadão sempre me coloco do lado e à disposição daqueles que merecem: do povo. Um dia eles – os professores – me educaram e me formaram. Me deram muito mais do que conhecimento… me deram perspectiva!
Diante deste relato, questiono: o que você tem feito para mudar a realidade do seu povo? Uma vez que vivemos em sociedade, é razoável esperar que todos nós pensemos um nos outros, mas sei que nos dias atuais é mais fácil ser omisso, ignorando o que está acontecendo ao nosso redor. Particularmente, tenho na educação a minha maior esperança de dias melhores. E apoiar a educação é também apoiar seus profissionais na busca e na defesa de seus direitos
Enquanto os professores bradam em defesa de sua classe, e consequentemente em busca de dias melhores, o Ministro da Educação de Bolsonaro, o senhor Milton Ribeiro, declarou em entrevista à emissora estatal TV Brasil que “estudantes com deficiência atrapalham o aprendizado de outros alunos”. Fico pasmo e, ao mesmo tempo, tento identificar quem tem a maior deficiência… o Ministro, com sua declaração no mínimo não condizente com seu cargo, ou os referidos alunos que merecem as melhores formas de aprendizado por serem especiais?
Falando nisso, deixo a vocês dois apelos: o primeiro é que todos apoiemos incansavelmente os nossos professores! Já o segundo apelo é que a rede municipal possa assistir melhor os alunos especiais. Sem dúvidas a regressão de aprendizagem é algo indesejável e evitável.

Última Edição