Eu só quero chocolate

Publicado em 24/03/2018 00:03

Páscoa chegando, e muita gente observa nesta fase do ano uma relação entre o consumo de chocolate e ganho de peso. Há controvérsias…oba!
Estudos mostram que o chocolate escuro proporciona benefícios metabólicos referentes a sensibilidade a insulina, melhorando o colesterol e ainda diminuindo a mortalidade por causas cardiovasculares. Que maravilha, é o chocolate salvando vidas.
Mas não se esqueça, isso vale só para chocolates escuros, mais puros e amargos… Pra mim tudo bem, a vida é um chocolate meio amargo, mas é um chocolate.
Tem gente que não vive sem, e não perde a chance de usar aquela velha justificativa de que o doce ajuda a afastar o mau-humor. Com razão, o chocolate tem mesmo substancias que contribuem para estimular o bom humor, contudo, nem todo chocolate agrada a todos.
No mundo da bola, “dar um chocolate”, ou “levar um chocolate”, significa dar ou tomar uma “goleada”, uma “lavada”. Neste caso a única coisa que pode engordar é o placar, fica mais feliz quem dá esse chocolate do que quem o recebe.
Faltando apenas uma semana para a Páscoa, a época mais doce do ano, todos, de crianças a adultos, ficam na expectativa do que receberão ou darão de presente aos amigos e entes queridos.
Entretanto, nos últimos anos, a Páscoa tem se tornado um momento de tensão ao nos depararmos com preços difíceis de engolir, valores cada vez menos doces, sem contar que em formato de ovo, a preferência das crianças, o mesmo chocolate pode triplicar de preço e arrasar o orçamento de quem tem muitos filhos e sobrinhos, o que me faz pensar que não é mais um coelhinho que os põe, e sim a galinha dos ovos de ouro… sorte de pobre é poder parcelar em 12 vezes no cartão.
Na minha condição só me resta esperar a Páscoa passar e comprar ovos quebrados, e pela metade do preço.
O mercado disponibiliza marcas, novidades gourmets, variedades fashions, importados sedutores e deliciosos que fica bem difícil segurar a barra, mas se a barra for de chocolate eu aceito sem reclamar, pois a Páscoa passa, mas minha vontade de comer chocolate… não.

Última Edição