Mentiras sinceras me interessam

Publicado em 31/03/2018 00:03

Amanhã é primeiro de abril, e eu queria começar a coluna contando uma boa mentira, mas infelizmente estou muito ocupado aqui em Paris. Quando voltar ao Brasil prometo que conto, sem aumentar nenhum ponto….
A verdade é que vivemos numa sociedade tão imersa em hipocrisia que valer-se de uma mentira já virou estilo de vida. Ouço tanta mentira que até parece que vivo dentro de um horário político, também pudera… mentira virou um ótimo investimento. Alguém já viu por aí algum político pobre, pobre, pobre, de márré de sí?
Preparem seus detectores…em ano de eleição as mentiras ficam mais requintadas, e as alianças muito mais descaradas.
Lembro de um palhaço dizendo que pior do que tá não fica, bruta mentira, de lá pra cá… piorou bastante!
A mentira é muito sedutora, ela pode até ter pernas curtas… mas tem umas coxas!
Não importa o quanto a verdade seja simples, a complexidade da mentira é sempre mais convincente e atraente, e muitas vezes a verdade é apenas uma mentira mal contada.
Só as pessoas perfeitas não mentem, não bebem, não brigam, não erram e não existem.
Há até quem diga que odeia mentira, mas usa mega hair e tem 5.000 mil amigos no Facebook.
Sou o tipo de pessoa que só se incomoda profundamente com mentirinhas rasas e interpretações ruins; portanto, meu povo…vamos mentir direito, me engana, que juro… eu gosto.
A boa mentira depende dos detalhes, todo mundo mente, constantemente e descaradamente, é uma necessidade desde a infância. Só quem nunca mentiu pra mãe não sabe o que é um caso de vida ou morte. E por falar em morte, no enterro do gato tinha um rato chorando, e isso não me contaram, essa cena.. eu mesmo vi, porque essa história de “me falaram”, é coisa de mentiroso.

Última Edição