Jackson do Pandeiro

Publicado em 7/09/2019 00:09

O nosso herói de hoje é José Gomes Filho, nascido em Alagoa Grande, Paraíba aos 31 de agosto de 1919, popularmente conhecido como Jackson do Pandeiro que recebeu o título popular de “Rei do Ritmo”. O nosso craque está para a música brasileira como Mané Garrincha para o futebol. Pintava o sete igual ao ponta direita do Botafogo e da seleção. Cantava e tocava pandeiro, indo e voltando pela linha de fundo, até bater em gol ou mandar a redonda no fuzuê da pequena área musical. Em homenagem ao centenário de seu nascimento, peço licença ao Gustavo Dourado, escritor de literatura de cordel, para transcrever a sua obra: Jackson do Pandeiro.
Jackson do Pandeiro
Filho de Alagoa Grande
Da Paraíba do Norte
Foi músico e engraxate
E soube driblar a morte
Navegante da Poesia
Artista de grande porte…
Desde a época de menino
Queria ser sanfoneiro
O instrumento era caro
Optou pelo pandeiro
Foi em Campina Grande
Baterista bem ligeiro…
Embolada e repente
Cantoria e faroeste
Forró xote e xaxado
Cangaceiro do Nordeste
Correu campo e cidade
Como um cabra da peste…
De Campina a João Pessoa
Nos cabarés a tocar…
Dupla com José Lacerda
Bem no ritmo popular
Som na Rádio Tabajara
Para o povo apreciar…
De João Pessoa pra Recife
Jackson foi trabalhar…
Rádio Jornal do Comércio
O seu nome fez mudar
De Jack surgiu o Jackson
De alcunha popular…
Bravo José Gomes Filho
Nosso Jackson do Pandeiro
Do brejo paraibano
Para o Rio de Janeiro
Coco, zabumba e ganzá
Todo ritmo brasileiro…

Última Edição