No topo das Américas

Publicado em 26/10/2019 00:10

Os nossos heróis de hoje são os praticantes de gateball do Clube Nipo, da Estância Turística de Santa Fé do Sul.
Eiji Suzuki, morador da cidade de Hokkaido, resolveu criar uma brincadeira divertida para amenizar o trauma que se abateu sobre o Japão após a Segunda Guerra. Para sua surpresa, o jogo, que deveria ser infantil, despertou o interesse de pessoas idosas.
Introduzido no Brasil em 1978, hoje são cerca de oito mil jogadores no país, sendo a maior parte do Estado de São Paulo. Os movimentos cadenciados aliados a uma estratégia inteligente e a curta duração das partidas permitem acesso a um grande número de praticantes da terceira idade, alguns quase centenários. O real objetivo do jogo é manter a saúde e consolidar amizades.
Na nossa Estância, o esporte teve início no Clube Nipo, na época em que Hisao Yoshida, presidente da associação acatou a proposta de uma pessoa de Jales para a prática desse esporte. Era o ano de 1987 quando Norio Kobayashi foi incumbido de fazer a terraplanagem do terreno e projetar os seis campos que atualmente são considerados os melhores da região.
Dos integrantes da primeira equipe de gateball composta por Tatsuya Nagami, Kazuo Kobayashi, Kichiro Makino e Mitsuyoshi (Marcelo) Une, apenas Tadatsugu Shikanai está vivo e ainda em atividade.
Fomos Campeões Brasileiros da modalidade, em 1998, na cidade de Rolândia-PR, na categoria ouro e em 2003, em Maringá-PR, na categoria diamante jogando com atletas como Fukashi Nishimoto (in memoriam), Tadatsugu Shikanai, Mitsue Shikanai, Hideo Tomonari, Takeo Kobayashi e Ryoji Hirata.
Pela categoria prata, com atletas mais jovens, também fomos Bicampeões Brasileiro de Gateball em 2016 e 2017, respectivamente nas cidades de São José do Rio Preto e Marilia. Em 2018 participamos do Campeonato Mundial de Gateball, em São Paulo-SP e ficamos entre as 16 equipes finalistas.
Agora estamos no topo das Américas com a conquista do Campeonato Sul-americano realizado neste ano, em Buenos Aires, com 43 equipes na categoria prata, representando Argentina, Peru, Paraguai, Uruguai e Brasil.
Em nome dos nossos valorosos atletas Sérgio Issao Kobayakaua, Mauricio Kobayakaua, Kenzo Kobayakaua, Vander Rafael e Wilter Marcos, homenageados pela Câmara Municipal com a Moção de Aplauso, parabenizamos todos os demais atletas-heróis do Clube Nipo da nossa Estância pela inédita conquista.
Agora, rumo ao Mundial em Tóquio, Japão!

Última Edição