Silvia Grecco

Publicado em 28/09/2019 00:09

A nossa heroína de hoje é Silvia Grecco, torcedora do Palmeiras que conseguiu conquistar o mundo através de sua dedicação e o amor incomensurável pelo filho Nickollas.
A fantástica história de ambos teve início em um hospital de Mauá, na Grande São Paulo, onde se encontraram pela primeira vez. De família palmeirense, ela decidiu adotar uma criança e se inscreveu na Vara de Infância da cidade. Após uma espera ansiosa de sete meses, recebeu um chamado sobre a possibilidade de acolher um bebê de quatro meses, deficiente visual e nascido com apenas 500 gramas após uma gestação interrompida por uma tentativa de aborto. Antes dela, doze casais haviam recusado a adoção da criança prematura. Ao chegar no hospital, Silvia conta que o médico trouxe o Nickollas e o colocou no seu colo. Foi exatamente naquele momento que ela teve certeza que ele seria seu filho. Ela diz emocionada que com a sua filha Marjorie cortou o cordão umbilical, mas com o Nickollas amarrou o coração. Desde aquele instante mãe e filho se tornaram muito próximos e passaram por momentos marcantes desde então. Aos cinco anos, o menino foi diagnosticado com autismo leve, mas o problema não o impediu de ir aos estádios para assistir aos jogos do verdão. A palmeirense Silvia quis transmitir a Nickollas a paixão pelo clube e o levava para os jogos. Para fazer o filho entender o que se passava no jogo, ela procurava narrar os lances que aconteciam durante as partidas. Silvia decidiu observar com atenção narradores e radialistas para observar técnicas de locução e como poderia transmitir a emoção do jogo para o filho. A presença dos dois em estádios nos jogos do Palmeiras foi frequente nos últimos anos, até que, em setembro de 2018, a dupla foi descoberta por uma equipe de reportagem da TV Globo durante o derbi de Palmeiras e Corinthians. A locução da mãe para o filho conquistou primeiramente a torcida do clube alviverde e agora, com o prêmio da Fifa, ganha repercussão mundial. No discurso, após receber a honraria, a nossa heroína destacou a importância da inclusão social do portador de deficiência que desta vez o mundo do futebol valorizou.
“Esse amor entre a gente supera tudo. Eu mudei muitos valores em função do Nickollas em minha vida. Ele foi um grande presente que a nossa família ganhou. Ele ensina muito para todos nós.” (Silvia Grecco)

Última Edição