Vivendo e aprendendo

Publicado em 21/04/2018 00:04

Durante minha vida aprendi que sou o escritor responsável pela minha história…
Isso inclui em como me sinto, por onde ando e o que faço de mim.
Com o tempo aprendi também que ser gentil é mais importante que estar certo.
E que família e amigos de verdade são muito mais preciosos que empilhar coisas.
Aprendi que um dia todo menino precisa conhecer a si para se tornar um homem, e aquele que não faz isso continua sendo um moleque.
Não posso tirar a dor da minha vida, mas posso me fortalecer com ela e aprender a valorizar mais os momentos de alegria e felicidade.
Aprendi que a vida é feita de pequenos detalhes, pequenas sutilezas.
Aprendi que numa queda de braço, nem sempre o vencedor é quem ganha.
Aprendi que pessoas especiais, te fazem especiais.
Aprendi que tenho que estar feliz para fazer os outros felizes.
Aprendi que poucas palavras podem expressar grandes sentimentos.
Aprendi que o perdão começa de mim e acaba em mim.
Aprendi que razão e coração estão sempre em conflito, mas sempre acabam se entendendo.
Aprendi que nem sempre a promessa que se faz pode ser cumprida.
Aprendi que saudade é como a lua, tem suas fases, é uma constante.
Aprendi que as diferenças podem encaixar na semelhança, ou vice e versa.
Aprendi que um pato feio também pode nadar na lagoa da Estância.
Aprendi que ajudar o próximo é a mola mestre do voluntariado.
Não importa quantos erros tenho cometido, o que importa é o que aprendemos com eles.
Aprendi a ser grato a Deus por ter criado esse universo cheio de abundância e variedade que permite eu escrever cada dia um capítulo novo na minha “coruna”.

Última Edição