AS ELEIÇÕES E O VÍRUS

Publicado em 15/08/2020 00:08

Além da Covid-19, o tema eleições passará a circular na cidade mais do que o próprio vírus.
E muitos vírus circularão nas eleições: o da hipocrisia, o da mentira, o da Fake News, dentre tantos outros.
Assim, este ano, eleições e o vírus estarão de mãos dadas.
Caberá ao eleitor procurar distinguir os candidatos a prefeito, vice a vereadores.
Só higienizar as mãos na hora de votar não adianta, não é suficiente. É preciso estar com a consciência tranquila para saber escolher.
Candidato mascarado também vai aparecer…
Aquele que manteve distanciamento social (do povo) e agora quer se reaproximar não deve receber a confiança do povo.
Porque na eleição só se fala em povo. Eleito, o candidato ‘corre do povo igual o diabo corre da cruz’.
Devemos pensar em alguém popular que permaneça junto da população, mas que mantenha distância somente em virtude da pandemia. Ela vai passar.
O gabinete deverá ser aberto. O veículo do prefeito não poderá estar com os vidros fechados. Tem que caminhar nas ruas, calçadas e praças. Enclausurar no lusco fosco do gabinete e querer, nas eleições, o brilho dos olhos povo é até uma incoerência.
Este ano vai ser difícil escolher o novo prefeito, vice e vereadores e se livrar do vírus. Mas é o que temos para 2020!

Última Edição