De Olho na Câmara – Edição de 17/08/19

Publicado em 17/08/2019 00:08

Por Kacoal Everaldo

Santa Fé do Sul virou uma máquina de produzir “fake news”, pois todas as semanas há notícias falsas ou no mínimo com alguma informação pela metade.
Recentemente a direção do Gavas bateu de frente com a Prefeitura de Santa Fé do Sul, dizendo que não iria abandonar “osso” no caso o canil municipal, alegando que a atual administração não tem capacidade de dar continuidade no trabalho que há anos vem sendo desenvolvido por eles.
O prefeito Ademir Maschio “rasgou o verbo” e jogou a famosa “caca” no ventilador. Disse que o Gavas gasta mais dinheiro com salários de funcionários do que com os animais, gerando um clima de descontentamento na população que aparentemente não sabia dessa informação.
Na linha das informações pela metade, a turma do peixe de Santa Fé do Sul e região pediu ao prefeito Ademir Maschio parte de um terreno avaliado em aproximadamente 1,5 milhão, local esse que seria usado para a construção de vários segmentos voltados à piscicultura. A notícia não agradou uma parte dos vereadores.
Os edis vão exigir mais esclarecimentos sobre esse projeto, até porque, segundo os parlamentares, a Prefeitura não pode sair “distribuindo” terrenos do município sem antes ter garantias de que serão usados corretamente para os finais mencionados.
Não é fácil administrar uma cidade com tantos baiacus que vivem se enchendo quando não são convidados para a mesa de discussão e muito menos lidar com o famoso sentimento de posse por parte de alguns administradores.

Última Edição