De Olho na Câmara – Edição de 28/10/17

Publicado em 28/10/2017 00:10

Por Kacoal Everaldo.

Na última quarta-feira, dia 24, foi realizada a 16ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Santa Fé do Sul, ocasião em que os vereadores aprovaram por unanimidade a Moção de Repúdio dirigida ao Ministério da Educação e Cultura, pela proposta de introdução de material que difunde nas escolas discussão da ideologia de gênero. Segundo os parlamentares, a orientação sexual deve ser exclusivamente de responsabilidade dos familiares, não cabendo o Governo Federal interferir na criação e costumes dos cidadãos. Ao que parece os parlamentares estão atentos à opinião da maioria da população, que não quer que seus filhos receba orientação de ideologia de gênero em sala de aula.
O Projeto de Lei nº125/2017 autoriza o Executivo a captar recursos para melhorar os serviços públicos através de aquisições de equipamentos, motos, ambulâncias, carros para saúde e educação. Segundo o vereador Leandro Magoga, com essas aquisições a população será atendida com qualidade e agilidade.
O Projeto de Lei nº126/2017 autoriza o Poder Executivo a destinar recurso para à Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Santa Fé do Sul.
Já passou da hora do prefeito Ademir Maschio e vereadores cobrarem mais recursos financeiros das cidades atendidas pela Santa Casa, até porque a população de Santa Fé não pode e nem deve sustentar o atendimento dos munícipes das cidades da Comarca.

Última Edição

primeira

primeira