De Olho na Câmara – Edição de 3/02/18

Publicado em 3/02/2018 00:02

Por Kacoal Everaldo

A Estância Turística de Santa Fé do Sul está se desenvolvendo muito rapidamente.
Todos os anos são criados novos loteamentos, mas, como todas as cidades em desenvolvimentos, começam a surgir os problemas de violências e consumo de drogas ilícitas.
Diariamente diversos os moradores estão presenciando usuários fazendo o uso de drogas ilícitas em locais públicos, e muitos cidadãos já estão reclamando que a Guarda-Municipal não está fazendo rondas nesses locais que já são conhecidos por serem pontos de consumo de drogas.
O fato é que os vereadores de Santa Fé não se manifestam a respeito da falta de segurança pública do município, talvez para não criarem atritos com o prefeito, PM ou até mesmo com a própria Guarda-Municipal.
Nessa amorosidade dos representantes públicos, quem sai perdendo são as famílias que não podem frequentar as praças e o Parque das Águas Claras.
Os parlamentares, juntamente com o Executivo, têm por obrigação dar condições para a Guarda-Municipal atuar na intenção de afastar esses elementos das praças públicas.
Vale também lembrar que o município tem que identificar quem são os traficantes e quem são os usuários.
É importante ressaltar que os usuários têm que ser tratados com infratores e dependentes químicos. Cadeia não afasta os usuários das drogas, o que resolve é tratamento e principalmente politica de prevenção.

Última Edição