De Olho na Câmara – Edição de sábado – 16/02/19

Publicado em 16/02/2019 00:02

Por Kacoal Everaldo

O clima da 1º Sessão Ordinária da Câmara de Santa Fé do Sul mostrou que a atual administração vai ter muita cobrança por parte da oposição, principalmente a respeito das promessas feitas durante a campanha eleitoral.
O vereador Evandro Mura, autor do requerimento nº 01/2019, requer do prefeito Ademir Maschio a seguinte informação: Por qual motivo ainda não foi incorporado o valor do abono salarial nos salários dos funcionários públicos municipais? A atual Administração Municipal pretende fazer a incorporação gradativamente até o final de seu governo?
Segundo Evando Mura, essa incorporação vai ajudar os funcionários públicos municipais na hora da aposentadoria, elevando o seu valor final.
De acordo com informações apuradas, o valor pago do abono salarial atualmente não é descontado os 11% da Previdência. Muitos servidores municipais já estão postergando a aposentadoria, na esperança de que o prefeito incorpore o abono salarial.
Vale ressaltar que essas cobranças são em cima das promessas de campanha do atual prefeito.
Já o requerimento nº 05/2019, de autoria do vereador José Rollemberg, pede as seguintes informações: O que a Prefeitura tem feito para que sejam oferecidos os equipamentos de proteção individual para os servidores do Almoxarifado, Limpeza Pública e demais serviços que se fazem necessários? Existe algum controle para a entrega e para a utilização destes equipamentos? A administração segue rigorosamente a legislação de segurança no trabalho? Tendo em vista que o processo para aquisição dos uniformes dos servidores ainda não se concretizou, qual a nova data para entregas destes uniformes?
É inadmissível que em pleno 2019 ainda é preciso cobrar EPIs para os servidores municipais. Com a falta de identificação do lixo e não uso de equipamento adegado, o resultado só poderá ser acidente de trabalho. Reflitam!!!

Última Edição