De Olho na Câmara – Edição de sábado – 7/07/18

Publicado em 7/07/2018 00:07

Por Kacoal Everaldo

Os vereadores estão extremamente insatisfeitos com a forma pela qual foi reajustado em 20% da tarifa de esgoto em Santa Fé do Sul.
O decreto que aumentou em 20% a tarifa de esgoto justificou o aumento em razão de investimentos para limpeza da lagoa de tratamento de esgoto e a aquisição de um novo imóvel rural para instalação de uma nova lagoa.
Segundo o presidente da Câmara, Marcelo Favaleça, não há contrariedade com relação às melhorias executadas na lagoa de tratamento, tampouco é contra a instalação de uma nova lagoa, que, segundo ele, são realmente necessárias. Contudo, não concorda com o aumento da tarifa de esgoto para custear essas melhorias.
A população não aguenta mais pagar impostos e não merece pagar mais esta conta.
De acordo com o presidente do Sincomercio e ACE, Norio Kobayashi, a Administração pode encontrar outros meios para custear estes investimentos, como através de recursos federais e estaduais, por meio dos deputados, e cortes de gastos desnecessários como, por exemplo, de cargos em comissão, que incham a folha de pagamento.
Segundo os funcionários comissionados, desnecessário são as constantes interferências de Norio Kobayashi na atual administração, e, em contrapartida, pediram para ele dar como opção o corte de 50% dos salários dos vereadores.

Última Edição