2021: Ano desafiador para os empresários de Santa Fé do Sul

Publicado em 24/12/2021 00:12

Por Bárbara Scholl

Mais um ano se encerrando e ninguém imaginou que novamente todos passariam ainda por um ano pandêmico. Um ano de muitas vidas perdidas, de catástrofe de famílias desestruturadas.
A boa notícia e a mais esperada para este ano foi a vacina contra a Covid-19, que já começou a salvar muitas vidas e a vacinação continua avançando.
Muitos resumem 2021 como mais um ano difícil, de muitas batalhas, choros e algumas conquistas também. No meio desse caos todo, os empresários em geral foram bem prejudicados, mas, com garra, dedicação e força de vontade, estão conseguindo dar a “volta por cima” e realizar um trabalho de excelência.
Em entrevista a O Jornal, o proprietário do restaurante Na Onda do Peixe, Jânio Fábio Oliveira de Queiroz , disse que 2021 foi um ano muito turbulento. “2021 foi um ano muito difícil. Não estávamos preparados para o que poderia vir e não tínhamos nada muito concreto sobre o que poderia acontecer em relação à pandemia. Nós iniciamos o ano com o pé direito, fizemos muitas compras com valores altos, tudo para que pudéssemos trabalhar bem e seguir o ano e, quando estávamos fazendo o nosso trabalho, veio o lockdown e fechou tudo. Infelizmente foi o que aconteceu e apertou todo mundo”.
Segundo ele, a maior dificuldade que passou foi o de fechar o restaurante, pois fez grandes compras de produtos, esperando que o estabelecimento fosse voltar a funcionar normalmente e dai veio o lockdown e ele teve que ficar só fazendo marmitas.
“O restaurante foi muito prejudicado pela pandemia, pois não teria a necessidade do governo decretar o lockdown. Nós, empresários, fomos bem prejudicados com essa situação e, devido a isso, segurei a situação até onde consegui. Eu perdi muito com toda essa situação, como carro, caminhonete e um terreno, mas não me deixei abalar”, explicou.
Como o restaurante estava fechado, o empresário ficou só vendendo marmitas e isso não foi o suficiente para manter a empresa. Ele teve que dispensar bons funcionários, que foi o mais triste para ele. “Com tudo isso acontecendo este ano, eu tive depressão, tive que passar por psicólogo, psiquiatra e tomar remédios”.
Mesmo com todo esse caos, Jânio conseguiu conquistar diversas coisas que não estavam previstas, como colocar energia solar no restaurante, que era um grande sonho. Conseguiu também organizar o que precisava fazer no restaurante. “Sou grato a Deus por estar sempre à frente de conquista. Nós não devemos levar a questão das perdas que tivemos, pois nós temos força para trabalhar e iremos fazer isso para que possamos conquistar tudo o que perdemos”.
Para ele, enfrentar mais um ano de pandemia foi muito difícil, mas não igual ao ano anterior, que pegou todos de surpresa. “Graças a Deus a vacina saiu no começo do ano e a população começou a se vacinar e, dessa forma, as coisas deram uma melhorada. Nós tivemos muitas percas de pessoas queridas este ano. Todo mundo perdeu algum conhecido para a Covid-19 este ano, infelizmente”.
O empresário espera que 2022 seja um ano melhor, de mais paz, tranquilidade para todos e que a política não intervenha demais na situação do país para que todos consigam resolver as coisas da melhor forma possível.
“Espero que em 2022 as pessoas tenham mais consciência sobre a pandemia e que não se esqueçam de tudo o que passamos este ano, pois a pandemia não acabou e infelizmente está acontecendo shows com 50, 60,70 mil pessoas e muitos estão esquecendo que morreram pessoas da família. Daqui a pouco fecha tudo de novo e serão os restaurantes os ‘culpados’. Então, espero que no ano que vem as pessoas tenham consciência e abram a mente. Vamos trabalhar todo mundo junto para que possamos ter um pais melhor”, pontuou ele.
O empresário é grato a todos os clientes de Santa Fé, Santana da Ponte Pensa, Suzanapólis, Jales, Palmeira D’Oeste e Aparecida do Taboado que estão sempre prestigiando o restaurante. “Sou grato a Deus e que ele abençoe as nossas vidas. Espero que 2022 possa ser um ano melhor para todos”, finalizou.
Já o sócio diretor da empresa FibraOn, Fabricio Piloni Bertolo, disse que a trajetória da sua empresa é marcada por muito trabalho, dedicação, gestão, visão empreendedora, inovação e amor pelo o que faz, e em 2021 não foi diferente, pois foi um ano desafiador, onde estar conectados com quem se ama foi essencial para passar toda essa situação de pandemia juntos.
“Somos uma empresa de tecnologia e nosso maior desafio foi garantir a conexão dos nossos clientes em tempos de pandemia, onde a internet teve um papel importantíssimo em nossas vidas. Foi através da internet que trabalhamos, estudamos e mantivemos contatos com quem amamos. Para isso investimos ainda mais buscando o que há de mais moderno no mercado em equipamentos, estrutura, atendimento, suporte e qualificação dos nossos colaboradores”, disse ele.
Para ele, a grande dificuldade que enfrentou em 2021 foi o aumento significativo dos equipamentos e insumos. Porém, o compromisso com os seus clientes foi de não aumentar o valor para os mesmos e melhorar a cada dia o serviço de sua empresa, pois não seria justo com eles ter que aumentar os valores dos serviços bem no meio da pandemia, bem como de uma crise econômica que todos estão vivendo.
“A maior dificuldade que enfrentamos foi nos adaptar ao novo, treinar nossas equipes para saber enfrentar as novas situações e garantir um atendimento de qualidade com total segurança para nossos clientes e colaboradores. Foram muitas as situações adversas que enfrentamos, e tudo isso nos fez crescer como profissionais, como empresa, consolidando a marca FibraOn”, pontuou o sócio.
O ano para Fabricio também foi marcado por diversas conquistas. “2021 foi um ano desafiador, porém temos muitos motivos para agradecer. Apesar da pandemia, não deixamos de investir na empresa, sempre pensando nos nossos clientes. Das grandes conquistas que tivemos, vale destacar o investimento feito em equipamentos e treinamentos para a equipe, garantindo um atendimento humanizado e de excelência nos serviços prestados, o crescente número de clientes, onde ultrapassamos a meta anual e alcançamos o número de clientes em todas as cidades atendidas, sendo em Santa Fé do Sul, Três Fronteiras, Rubineia, Santa Rita D’Oeste e Santa Clara D’Oeste. Aumentamos também nossa área de cobertura e ampliação de toda orla de ranchos e sítios. Este ano foi marcado pelo lançamento do nosso novo produto, a FibraOn TV, um canal de assinatura completo para clientes Fibra, gerando mais entretenimento com a melhor conexão”.
Segundo ele, 2020 foi um ano atípico e o preparou para 2021, então de certa forma as dificuldades lhes fizeram evoluir e estavam preparados para 2021. Eles se planejaram, capacitaram, investiram e puderam contar com a confiança de seus clientes.
“No auge da pandemia, realizamos a campanha ‘Conexão Solidária’, que arrecadou mais de três toneladas de alimentos, os quais foram doados para a Santa Casa de Santa Fé do Sul e para o Hospital de Amor de Jales. Fornecemos também gratuitamente internet para a transmissão de todas as Lives Solidárias. Foi uma oportunidade de crescimento, de evolução. Estamos satisfeitos com o que conseguimos oferecer aos nossos clientes. Finalizamos o ano com o sentimento de dever cumprido”, destacou o sócio.
Para 2022 o empresário está bem preparado. “O investimento em tecnologia, atendimento e principalmente a experiência dos nossos clientes são pilares extremamente importante e serão trabalhamos para o próximo ano. Acreditamos que 2022 será o ano do recomeço, do fim da pandemia, o ano dos grandes encontros, dos abraços apertados, o ano da conexão, e nós estaremos lá, juntos e conectados com você”.
“Me lembro com carinho que em 2016 dei uma entrevista para O Jornal, quando estávamos ampliando nossa rede, fibrando alguns bairros novos de Santa Fé. Naquela oportunidade falei do sonho de nos tornarmos referência e líder no mercado de internet em Santa Fé do Sul e hoje, com muito orgulho e uma alegria imensa, estou dando essa mesma entrevista e posso afirmar que tudo aquilo que eu sonhava em 2016, Deus nos deu em dobro. Somos gratos a todos que fizeram parte de nossa história, mas em especial aqueles que são a nossa razão de ser nossos clientes. Nosso maior presente foi a sua confiança. Desejamos que o próximo ano seja cheio de promessas e esperanças, que venha repleto de alegrias, paz, conquistas e que a nossa parceria continue fazendo a diferença”, finalizou Fabrício.

Última Edição