Samu de Santa Fé receberá uma nova ambulância de suporte avançado

Publicado em 27/01/2018 00:01

Por Vinicius Costa

Dentro de alguns dias, o Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – de Santa Fé do Sul será contemplado com uma nova ambulância.
Conforme o vereador e socorrista da unidade, Ronaldo Lima, a conquista desta nova ambulância é uma ação importante, pois aumentará a confiabilidade no sistema de urgência e emergência, além de beneficiar diretamente a população. “O deputado Federal Fausto Pinato e o deputado Estadual Itamar Borges levaram ao Ministério da Saúde uma proposta para uma nova ambulância para o Samu de Santa Fé, e o mesmo habilitou a transferência de R$ 200 mil para aquisição de Unidade Móvel, que será adquirida nos próximos 90 dias”, disse.
Conforme o socorrista, Santa Fé teve uma grande conquista com a unidade do Samu, haja vista que a mesma atende as cidades de Nova Canaã Paulista, Três Fronteiras, Santa Fé do Sul, Rubineia, Santa Clara D’Oeste, Santa Rita D’Oeste e Santana da Ponte Pensa.
“O Samu é um serviço de excelência para a cidade, pois atendemos mais de 10 pacientes por dia, e, na maioria das vezes, os próprios socorristas fazem um atendimento de estabilização do paciente no próprio local do acidente, preparando-o para ser encaminhado diretamente para a Santa Casa de Misericórdia. Isto só é possível porque possuímos uma enfermeira que acompanha todos os atendimentos e que se comunica diretamente com um médico da central do Samu de Jales, que a orienta em tempo real qual procedimento ou medicação aplicar”, relatou Ronaldo.
Ele ainda explicou que com esta nova ambulância, Santa Fé será a única cidade da região, com exceção de Jales, que terá uma ambulância de suporte avançado. “Esta ambulância é um veículo destinado ao atendimento e transporte de pacientes de alto risco em emergências pré-hospitalares ou de transporte inter-hospitalar que necessitam de cuidados médicos intensivos, pois conta com vários aparatos que auxiliam a salvar a vida de um paciente”, disse.
Ele também disse que as ambulâncias da GCM – Guarda Civil Municipal – passarão a ser conduzidas pela equipe do Samu. “As ambulâncias que hoje estão com a equipe da GCM passarão para o Samu, pois são ambulâncias de suporte básico para a remoção de pacientes de casos mais leves em que a pessoa tem que ser levada de sua casa para a UPA. Desta forma terá um novo concurso para condutor de ambulâncias, que ajudará nos trabalhos de socorro, remoção, transporte pré-hospitalar e inter-hospitalar”, relatou o vereador e socorrista do Samu, Ronaldo Lima.

Última Edição