Santa Fé registra alta procura pela segunda dose da Covid-19

Publicado em 31/07/2021 00:07

Por Lelo Sampaio e Silva

O secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou na quarta-feira da semana passada (21) que cerca de 642 mil pessoas estão com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 atrasada no estado.
O número de atrasados é o maior registrado desde o início da campanha de vacinação em São Paulo, no mês de janeiro, e significa alta de 168% em relação ao balanço de fim de junho, quando 239,2 mil pessoas estavam com a segunda dose irregular no estado, segundo a secretaria.
Entretanto, em Santa Fé do Sul as pessoas, na sua grandessíssima maioria, estão comparecendo para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19.
Segundo a chefe da vigilância epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Valéria Campoi, o intenso trabalho para que as pessoas não deixem de tomar a segunda dose tem surtido efeito. “Além de sempre reforçar nas rádios e jornais sobre a importância da segunda dose, também fizemos um dia D e, quando necessário, entramos em contato com o munícipe para que ele receba a segunda vacina”, explicou ela.
É indispensável a segunda dose para que a vacina tenha eficácia. Por isso, se já chegou a data para tomar a segunda dose, é indispensável procurar uma das salas de vacinação do município, até porque ela é muito importante para assegurar a eficácia da vacina, evitando o agravamento da Covid-19, caso a pessoa contraia o vírus.

Última Edição