Tópicos da Semana – Edição de 1/06/19

Publicado em 1/06/2019 00:06

Tópicos da Semana – Edição de 1/06/19

Por Lelo Sampaio.
Charge: Leandro Gusson (Tatto).

Serviço de qualidade
A ACE (Associação Comercial e Empresarial) de Santa Fé do Sul, como todas as outras do país, é uma entidade de classe cujo propósito é defender os interesses da classe empresarial. Como entidade forte e que depende da participação dos associados, possui diversos serviços e produtos que valorizam o associado, gera benefícios e também promove cursos e palestras para vários segmentos, fomentando o comércio local e consequentemente gerando mais empregos. Na cidade, vem sendo presidida de forma impecável por Felipe Correia.

Desserviço
Entretanto, nos últimos meses o que se percebe em sua página do Facebook é um verdadeiro avalanche de notícias sobre ao governo Bolsonaro, sobre o Presidente Bolsonaro ou sobre algo que nos remeta a seu governo, ao ainda a quase tudo e todos que se opõe ao seu governo, num ufanismo desenfreado de pura idolatria. Seria melhor que o moderador da referida página lançasse campanhas em prol do município, como, por exemplo, como melhorar as vendas, como atender bem um cliente, as ações desenvolvidas pela ACE, e por aí vai….

É muito amor…
Acontece que se observarmos as postagens dos últimos 30 dias, veremos que pelo menos 90% delas referem-se ao Presidente da República, numa tentativa de mostrar aos seus seguidores que tudo, absolutamente tudo, que vem do Presidente da República é quase que perfeito, como observamos nas postagens “Bolsonaro quer eliminar R$ 100 bilhões em descontos de impostos até 2020”, “Professor da Ufes compra droga e reclama da qualidade à polícia”, “’Namorado de Dilma’ é um dos responsáveis pelos protestos em NY contra Bolsonaro”, “Bolsonaro detona com jornalista da Globo que insiste sobre Olavo de Carvalho”, “Bolsonaro extingue conselhão criado por Lula e mais 54 colegiados”.

 

E mais…
Como se não bastasse, grande parte de postagens são feitas em pleno horário comercial, ou seja, o funcionário da ACE realmente, além de seu amor pelo presidente, deve estar muito sem o que fazer, pois segue em suas postagens como “Quem fica 16 anos no poder não tem o direito de perguntar onde estão os empregos”, “Maria do Rosário puxa braço de deputado para simular que ele deu cotovelada no outro”, “Bolsonaro foi avisado de que eleger Maia era um erro”, “Ladrão de cueca tenta intimidar o ministro Paulo Guedes”, “Delator diz que Maia aceitava até X-Bacon como propina”.

Mais respeito
Não se questiona aqui opiniões político-partidárias e muito menos o que é postado nas redes sociais de beltrano ou sicrano, até porque postamos o que bem entendemos (ou quase); entretanto, fazer o uso da página de uma empresa para alastrar seus amores e rancores não é de bom tom. São postagens diárias que nada contribuem para com a cidade, como as que podemos ler em “Imaginem quantas vidas serão salvas quando o Pacote Anticrime for aprovado”, “Greve da Educação se transforma em grande ato Lula Livre”, “Chamar o legado petista de ‘década perdida’ é pouco”, “Virada Cultural – 18 milhões, robôs, sexo e morte”, “É revoltante demais ver um governo legítimo tentando consertar o Brasil e um bando de canalhas fazendo de tudo para impedir”…..ufa, chega. A ACE é mais do que isso, e a população santafessulense merece também mais!!!

Enquanto isso…
A economia brasileira encolheu no começo deste ano. O PIB (Produto Interno Bruto) do primeiro trimestre registrou queda de 0,2% em relação ao quarto trimestre de 2018, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira (30). Este é o primeiro resultado negativo do Produto Interno Bruto após oito trimestres seguidos de alta.

Direitos Humanos
O Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) publicou uma recomendação para que o governo revise o contingenciamento (bloqueio) de recursos da educação e que não interfira na autonomia universitária e na livre investigação científica. O texto está no Diário Oficial da União desta quinta-feira (30).

Bloqueio, ops, contingenciamento
A recomendação se dá sobre os recentes anúncios de bloqueios nos orçamentos das universidades, que poderão cortar a compra de insumos para pesquisas, por exemplo, e poderão ficar sem dinheiro para as contas de água e luz. Em Lavras, estudantes de medicina podem ter que viajar até 3 horas para fazerem as aulas práticas em Belo Horizonte, porque vai faltar dinheiro para construir o laboratório. Anteontem diversas cidades brasileiras receberam atos em defesa da educação.

Última Edição