Tópicos da Semana – Edição de 30/11/19

Publicado em 30/11/2019 00:11

Por Lelo Sampaio

Charge: Leandro Gusson (Tatto)

Adiós muchachos
No dia 20 deste mês os organizadores da Aquishow Brasil, Marilsa Patrício Fernandes e Emerson Esteves, no canal “Aquishow na Rede”, apresentado por ambos, anunciaram que a Aquishow Brasil 2020 será realizada em São José do Rio Preto, entre 26 e 28 de maio, na sede do Instituto de Pesca, localizada na Rodovia Euclides da Cunha, no KM 445. Na ocasião, Marilsa explicou que a medida se deu em virtude de série de situações. Segundo ela, Santa Fé do Sul não tem mais condições de sediar o evento, haja vista o público de 2019 não ter superado o de 2018 e disse também que a cidade não é dotada de estrutura de hospedagem compatível, logística, transporte, restaurantes, dentre outros quesitos. E o assunto está dando o que falar, evidentemente.

Patente
Alguns santafessulenses acreditam que, caso a Aquishow 2020 seja efetivamente realizada em Rio Preto, jamais voltará para Santa Fé, até porque lá deverá ser um grande sucesso, uma vez que o evento já possui renome nacional e internacional. Com relação à marca “Aquishow”, sabe-se que a criadora da marca foi justamente Marilsa Fernandes, entretanto, o que alguns discordam é o fato dela ser detentora da marca, uma vez que a patenteou, pois quando da sua criação, Marilsa era funcionária da Administração Municipal de Santa Fé do Sul.

Patrimônio do município
Alegam ainda, que a marca não pertence à Marilsa e tampouco a Peixe-SP. Afirmam veementemente essas pessoas que a marca é da Prefeitura de Santa Fé. E mais, reclamam pelo fato da Aquishow sair justamente agora de Santa Fé. Segundo alguns, a marca é patrimônio de Santa Fé e, portanto, pertence ao município.

Comeu bronha
Outros destacam que a Administração cometeu um erro em não patentear a marca, deixando que Marilsa assim o fizesse, o que para muitos também foi um grande erro e, como dizem por aí, uma verdadeira “facada nas costas”.

Evento aqui
O fato é que, na ocasião, o que se comenta é que a marca foi patenteada porque foi percebido que outra pessoa já estava tentando fazer a patente da marca. Sendo assim, o que dizem é que a referida patente foi feita por Marilsa Fernandes justamente para que a marca fosse protegida. Entretanto, um internauta chegou a afirmar que o motivo não foi o de protegê-la, mas sim para tirar proveito da marca, uma vez que está sendo levada para outro município. Ainda segundo ele, seria mais fácil resolver os problemas que Santa Fé tem para poder sediar o evento do que levá-lo para outro município.

A marca aqui?
Segundo o próprio internauta, não se pode tirar o mérito de Marilsa e Emerson, entretanto ele sugere que, se a necessidade é de realmente buscar centros maiores, que assim o façam, mas que deixem a marca para o município. O presidente da Peixe SP –Associação dos Piscicultores Paulistas em Águas da União –, Emerson Esteves, em rede social, pediu para que as pessoas parem de ficar discutindo questões de marca e trabalhem mais em prol do município para que ele possa efetivamente receber turistas em médios e grandes eventos.

Sem avanços
Disse ele ainda que em 29 de maio deste ano houve uma reunião dos representantes da Peixe-SP com a Administração Municipal para que fossem tratados os assuntos pendentes de forma estrutural para a realização da Aquishow 2020 em Santa Fé mas, segundo ele, desde então nada de concreto foi firmado.

Know how
O bem da verdade é que para que o evento seja realizado em Santa Fé, com ou sem o nome Aquishow Brasil, é necessário que haja pessoas competentes, como têm demonstrado ser Marilsa e Emerson ao longo destes últimos anos. Se a Prefeitura não fez o registro da patente, neste momento isso é irrelevante, até porque o que deveriam estar discutindo na cidade é justamente nomes para dar continuidade ao evento em Santa Fe do Sul.

Sabem fazer
Emerson destaca que quem tem que provar agora se a patente é de Marilsa Fernandes é justamente o Poder Público e se a decisão for tomada em desfavor de Marilsa, a feira em Rio Preto será organizada com outro nome. Tanto Emerson como Marilsa já demonstraram que têm conhecimento de sobra para fazer o evento; entretanto, em Santa Fé não se vislumbra, pelo menos por enquanto, pessoas com conhecimento de causa para “tocar o barco”, mesmo que leve o nome Aquishow Brasil.

Última Edição