BOMBA É LACRADA POR DAR MAIS GASOLINA DO QUE DEVERIA AOS CLIENTES

Publicado em 12/06/2017 16:06

A gente está tão acostumado a ser lesado pelo governo e pelas grandes empresas que fica até surpreso quando o jogo vira.

O jogo virou no posto de Bandeira Petrobras em Ingleses, em Florianópolis, Santa Catarina.
Uma fiscalização do Instituto de Metrologia acabou com uma bomba de gasolina lacrada. Porque tinha combustível adulterado? Porque estava roubando nosso dinheiro? Nada disso.

A bomba foi lacrada porque estava dando mais combustível do que deveria para os consumidores. Onde já se viu? Segundo o jornal Conexão, a cada 20 litros de gasolina aditivada (ainda era aditivada!) o motorista ganhava 220 ml de “brinde”. Não é nada, não é nada… já é alguma coisa.

Mas acabou a farra, e a bomba defeituosa foi lacrada por estar dando prejuízo ao estabelecimento. Durante a fiscalização, motoristas que esperavam para abastecer brincaram que queriam abastecer naquela bomba antes do lacre ser colocado, o que obviamente não aconteceu.

As outras bombas também estavam entregando mais combustível do que deveriam, mas dentro da margem de erro. O posto não foi autuado, já que estava sendo prejudicado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: Região Noroeste

Última Edição