MALHA FÉRREA DE RIO PRETO SERÁ RETIRADA DO PERÍMETRO URBANO

Publicado em 29/11/2019 10:11

Em sessão realizada na quarta-feira (27/11), o Tribunal de Contas da União (TCU), aprovou a renovação antecipada da concessão ferroviária da Malha Paulista à concessionária Rumo, tornando possível a execução da retirada da linha férrea do perímetro urbano de São José do Rio Preto e região.
“Essa decisão vem ao encontro do nosso trabalho desde 2013, para retirada da linha férrea e desvio para áreas distantes da cidade. Estivemos diversas vezes em Brasília para cobrar providências urgentes a esse desvio. Estaremos acompanhando e trabalhando para que essa realidade seja alcançada o mais breve possível”, comentou o deputado Sebastião Santos (Republicanos) após saber da decisão do TCU.


No dia 19/10/2016, após protocolar requerimento sobre a retirada dos trilhos da ferrovia no perímetro urbano de São José do Rio Preto, Mirassol, Cedral e Bady Bassitt, na sede do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) em Brasília, o parlamentar foi recebido pelo então diretor de Infraestrutura Ferroviária do DNIT, Charles Magno, além do então coordenador-geral de Obras Ferroviárias, Marcelo Chagas e o assessor técnico, Adelivio Peixoto.


Durante a audiência foi aprovado um contorno que passará por trás do munícipio de Bady Bassitt, onde será retirado o percurso de dentro da área urbana e redirecionado por uma nova variante em uma área rural desapropriada. Região Noroeste.

Última Edição