MÉDICOS DA UNIVERSIDADE BRASIL ENTRAM EM GREVE

Publicado em 3/12/2019 10:12

Os médicos pagos pela Universidade Brasil, de Fernandópolis, que trabalham na UBS (Unidade Básica de Saúde) Pôr do Sol, na cidade, decidiram entrar em greve nesta segunda-feira (2).
O motivo da paralisação é a falta de pagamento de salários dos profissionais, que deveria ser feito pela universidade.
De acordo com o Diário da Região, 25 profissionais não compareceram ao posto para trabalhar ontem. São cardiologistas, cirurgiões gerais, neurologistas, psiquiatras, pneumologistas e endocrinologistas que atendiam na unidade. O atendimento à população precisou ser suspendo na unidade.


Em novembro, o Ministério da Educação (MEC) cortou de 205 para 128 o número de novas vagas anuais do curso de Medicina da Universidade Brasil, atendendo a recomendação do Ministério Público Federal (MPF), que junto com a Polícia Federal (PF) investiga a faculdade por esquema de venda de vagas, fraude no Fies, no ProUni e na prova do Revalida, que serve para que médicos formados no exterior possam exercer a profissão no Brasil.


O reitor e mais 22 pessoas chegaram a ser presas na operação, chamada de Vagatomia. SBT Interior.

Última Edição