CULTURA

Publicado em 10/07/2021 00:07

Na História observa-se que os tiranos, além de não apoiarem, normalmente reprimem os movimentos culturais.
Cultura é essencial na vida do homem. Porque ela é uma atividade de criar valores. Não se compreende a cultura como privilégio dos artistas, escritores ou filósofos.
A cultura nasceu da reivindicação humanista da liberdade de pensamento. Somente isso já seria suficiente para a defesa da cultura por todos.
A cultura hoje é compreendida como feita de valores éticos, políticos, econômicos e estéticos vividos pelo homem.
A cultura chega a parecer utopia para os que entendem eficazes só a força do Estado ou os poderes do dinheiro.
Na humanidade só a cultura tem a possibilidade de superar as contradições do próprio homem, elevando-se a um plano superior e assim se dá a humanização de nossa história, principalmente através da obra criadora do homem.
A função moderna da cultura é humanizar as relações sociais e as técnicas. A cultura pode se tornar num meio de união entre os homens.
Porque a cultura pressupõe que o homem esteja disposto a ‘escutar’ e ‘aprender’. Cultura é, acima de tudo e de todos, abertura de espírito.
Pessoa aberta à cultura é aquela que, pelo conhecimento das ‘grandes obras’, dos diferentes sistemas e das diversas civilizações, é capaz de se libertar da prisão estreita de suas ideias e de suas crenças.
A ‘pessoa culta’ consegue, sem abdicar de suas próprias opiniões, dialogar com pessoas de convicções diferentes.
Na cultura eleva-se a cortesia ao outro. Na cultura ‘cultiva-se’ a diversidade. Na cultura, o ‘mito’ é o respeito.

Última Edição